Artista visual e pesquisador, vive em Portugal e procura proporcionar múltiplas formas de visualização e percepção através de técnicas que realizam o encontro da fotografia com outros meios como a Instalação, Escultura e Design.

“Eu tenho percebido ao longo da minha jornada criativa, o que compreende meus estudos acadêmicos e minha carreira como artista visual e comunicador, que meu trabalho vem se definindo cada vez mais por ser uma especialização em processos de abstração.  Quando digo isso é porque quando decido construir uma imagem, escolho um objeto e penso imediatamente em transformá-lo.

Essa transformação, que eu chamava de metamorfose até pouco tempo atrás, se dá por vários procedimentos diferentes e depende de muitos fatores de processo de criação aleatórios mas uma coisa é certa, esta “abstração” do objeto que fotografo emerge de duas forças que se chocam em um atrito caótico: De um lado, o objeto, tende a manter-se em seu estado original (afinal reflete a luz das dimensões em que foi construído e designado a ser por seu autor), de outro, eu, o Artista, procuro neste objeto novas intenções, perspectivas, narrativas e significados ainda que seja necessário reduzir/ampliar/molda-lo de forma que o resultado final muitas vezes não se assemelhe a ele.

Como meu trabalho se define essencialmente por abstrair o cenário urbano, apresento aqui de forma exclusiva à Mosaico Fotogaleria materializações das abstrações da cidade de Lisboa.

Seja na imagem onde as linhas arquitetônicas reconstruídas procuram guiar o olhar para incitar a percepção e a imaginação, ou na série onde procuro a fluidez das curvas para passeio meditativo do olhar o que produzo é para a mente do público.”

Felipe Raizer

Esta série foi produzida exclusivamente para Mosaico Fotogaleria e cada obra tem tiragem limitada em 5 cópias.